quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Sentimentos soltos no fundo do mar
Cores que se misturam
Paixão que ferve sem naufragar
Desejos que passeiam
No dorso de cavalos-marinhos
Realidades em cada estrela
Conchas de emoções
Onde perco o meu olhar
O meu corpo no teu
Entrelaçados dançam...

Sabor a sal, vida, amar
Sentimentos soltos...
Profundos e eternos
Os nossos...
(Cris Anvago)