terça-feira, 4 de março de 2014

Talvez eu não saiba ouvir
Ou então seja distante
Talvez seja a minha mente
obtusa e complicada
Talvez não saiba decifrar-te
Ou talvez te conheça
E por isso
Talvez saiba muito amar-te
Talvez seja complicado conhecer-me
ou ler-me...sentir-me......
Talvez saibas dançar na minha imaginação
Talvez saibas vestir-me com as tuas cores
Talvez...
Talvez eu te saiba de cor
Talvez eu te sinta de olhos fechados
Ou no dia que brilha...
Talvez eu invente o amor
Quando me debruço sobre o teu corpo
Ou...talvez...na nudez do meu olhar
Eu me revele...
Talvez...
A minha voz sorria na tua pele...
Tantos talvez...sem respostas...
Talvez...eu seja assim...
Talvez...talvez...
(Cris Anvago)