domingo, 12 de outubro de 2014

    Rasgam-se as horas no relógio do tempo que não descansa…(Cris Anvago)