domingo, 26 de outubro de 2014

    Na loucura dos meus desejos
    As carícias são plumas
    Os abraços doces como beijos
    Sinto a flutuação das cores
    Que dançam nos corpos...
    Em danças soltas
    Na loucura dos meus desejos
    O amor é infinito
    Na pele pétalas de flor
    No corpo que se curva sem pudor
    Na loucura… Somos!
    (Cris Anvago)