terça-feira, 28 de outubro de 2014



    Sempre faltam as palavras
    Ofereço-te os meus gestos...
    Os beijos que aquecem o teu corpo
    Fazem sorrir o coração
    Adoro-te...
    Sinto-te na pele que chora a tua ausência
    (Cris Anvago)