domingo, 12 de outubro de 2014

    Se me tocas
    Na suavidade das dunas
    No meu mar profundo
    Sou prazer no teu olhar
    Grãos de areia...
    Onde os corpos se deitam
    Mar onde mergulhamos
    Na imensidão do luar que brilha
    (Cris Anvago)