domingo, 12 de outubro de 2014

NÃO SOU POETA

    Não me considero poeta ou poetisa
    Não rimo, não sigo as regras, não tenho métricas
    Sou livre nas palavras, escrevo sentimentos e emoções...
    Estes sentimentos fluem, sem regras ou tabus
    Não quero fama
    Apenas que sintam o que escrevo
    Sintam o que sinto
    Libertem-se e sonhem
    Descubram-se por dentro
    Amem e demonstrem
    Por gestos e carinhos
    Não sou poeta, só sinto e escrevo
    Se me conseguirem ler e sentir
    Mesmo nos espaços vazios
    Se as minhas palavras
    Fizerem algum bem
    Fico feliz e isso basta-me!
    (Cris Anvago)