domingo, 13 de março de 2016

A culpa não é da lua
Quando a intensidade da luz está em mim
Quando sou mais do que conheces
Quando me descobres mais um pouco

A culpa não é da lua
Foram as nuvens que esconderam o meu brilho
O nevoeiro que sabia da minha timidez.
Se falo mais do que estás à espera
Se me liberto dos tabus
Salto muros
A culpa não é da lua…

Mas, se estou mais quente
Se queimo com o meu olhar
Se o meu toque te faz ser mar
Se o teu sal fica em mim
Se passeias pela minha pele e te queimas…
Então a culpa é do sol…

Cris Anvago