domingo, 20 de março de 2016

Prende as palavras que se soltam
Junta-as e tenta decifrá-las
Coloca-as no teu peito
Faz delas o teu estado de espírito
Livre, simples e colorido
Espalha a luz do teu sorriso
Num amar sem limites
Ama e sente
As ondas que não são iguais
O sol que nem sempre é perfeito
A lua sempre muda, não é igual
Não te conformes com o que te dão
Luta pelo que queres
Ama-te e revela-te ao mundo
És uma pessoa única!

Cris Anvago