domingo, 13 de março de 2016

Tenho tudo para te dar
No toque que se encanta
Na madrugada que canta
O teu nome a gritar
Vibro em ti
Numa doce viagem
Miragem sem fim
Gritos que o vento leva
Chuva a que o corpo se entrega
Saudade, vento, mar
E a pele sempre a respirar
Nos poros mar de ilusão
Lábios que te vão beijar
Sentidos prontos para amar
E tu, com olhos no chão
Vestes a fantasia
Afastas a solidão
Acolhes a minha mão
No regaço feito alegria
Grita! Geme! Canta!
Tudo ao mesmo ritmo
Que o meu amor é canção
No teu peito revela-se o grito!
Paixão, amor e sedução
Pele, carinho e emoção
Corpos colados
Não querem separação…

Cris Anvago