segunda-feira, 14 de março de 2016

No deserto de um quarto
Só quero que saibas que penso em ti
Ouve os meus pensamentos
Quero-te sempre mais do que digo
Estou doente de saudade
Penso em ti
Aqui, um pouco longe
O vento traz-me notícias
Do teu sorriso
Do teu olhar
Segue-me para onde vou
Estou febril e carente de ti
Não quero sentir-me só
A liberdade que te dou
É para te sentir mais
Quero que sejas pássaro
Que canta no ramo que escolheres
Desde que cantes para mim
No deserto árido
De um qualquer quarto de hotel
A tua ausência é presença constante
Olho-te no espelho
Onde não me vejo

Cris Anvago