sábado, 1 de fevereiro de 2014

Escrevi-te um poema
Rasguei-o
Não fazia sentido
Eram só palavras
Gosto mais do poema vivido
Tu és o poema!
(Cris Anvago)