sábado, 1 de fevereiro de 2014

Queres falar de rosas?
Oferece-me uma...
Verás os meus olhos brilharem
E os meus lábios agradecerem
Levemente no teu rosto
Suavemente em ti

Queres falar de rosas?
Não olhes para os meus espinhos
Se a tua alma é bela...

Não tens que ter medos
De mim só terás carinhos

Queres sentir a suavidade das rosas?
Sente-me...sem espinhos...
(Cris Anvago)