domingo, 31 de agosto de 2014

Sempre tenho o teu afago
Na esquina da palavra sonhada
No círculo aberto do sorriso
No carinho do silêncio guardado
Sempre me afagas
Nos sonhos que são a minha realidade
(Cris Anvago)