sábado, 16 de agosto de 2014

DESALINHO NOS CORAÇÕES

Desces pelo meu corpo
Sobe o meu desejo
Paixão que não adormece
Nos lençóis em desalinho
Lábios que saboreiam
As fantasias que se revelam
Laços de afecto
Explosões sem limites...
Mágico o nosso amor
Subo pelo teu corpo…
(Cris Anvago)