domingo, 3 de agosto de 2014

No amor
Sou como o camaleão
Ao percorrer, devagar, a tua pele
Visto-me com as tuas cores
(Cris Anvago)