domingo, 3 de agosto de 2014

Deixa que te ame
Da maneira que sei e sinto
Fujo das horas para que não passem
Acalma-me o teu olhar
Incendeia-me o teu sorriso
Sou o espelho da tua luz
(Cris Anvago)