domingo, 16 de novembro de 2014

    Fico à deriva...quando a tua mão não afaga a minha...(Cris Anvago)