domingo, 9 de novembro de 2014

SILÊNCIOS

    Os silêncios podem ser beijos
    Carinhos ou sofrimentos
    Gritam os olhos ...
    Nas lágrimas que resvalam
    Na face triste e sombria
    No escuro da noite triste
    A esperança que o sorriso
    Acorde ao nascer do dia
    Os silêncios
    Mistérios do coração
    (Cris Anvago)