segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Adoro 
Quando a minha imaginação rodopia em ti
Quando te vejo mar e sinto-te oceano
Quando gemes de prazer
Danças de desejo
Encantas o meu corpo com o teu perfume
Adoro
Quando me sentes intensamente
E quero sempre mais
Amar são ondas
Que movimentam os nossos corpos
Onde mergulhamos e perdemos o fôlego
Amar-te é renascer
Todos os dias...todas as noites
(Cris Anvago)