sábado, 15 de dezembro de 2012

Perto de mim não tens frio
Sede...fome...
Perto de mim tremes
De desejo
És fogo
cada vez mais intenso
Incendeias os meus sonhos
Iluminas a minha realidade
(Cris Anvago)