segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Escrevo porque me inspiras
Escrevo porque o teu corpo é poesia
A tua imaginação uma flor 
Floresce nas minhas palavras
Porque me transmites sentimentos
Que me tocam sem me tocar
Escrevo porque me envolves
Nos teus silêncios
Que me gritam
Os teus sentimentos
(Cris Anvago)