domingo, 16 de dezembro de 2012

Procuro-te na inquietude do meu corpo
Encontro-me no desejo do teu ser
Vejo as estrelas através dos teus olhos
Sinto o sol no teu recanto mais íntimo
danço em ti a melodia mais romântica
Oiço a canção mais excitante
Desenho a minha paixão no teu corpo
Tela em branco
Onde...em tons quentes
Se manifesta o meu desejo
E uma pintura abstracta vai nascendo
Cores de paixão..desejo...amor quente
Onda que se espreguiça na praia
Mar que lambe os grãos de areia
Composto do teu corpo
Areia ávida de mar
Onda de mim que te envolve
Amar sem tempo
Num desejar para sempre
(Cris Anvago)