sábado, 5 de abril de 2014

Amar
Absorver a vida até ao limite dos teus olhos
Transpor a linha do horizonte
Perder-me no Sol contigo
Sorrir e ler-te no que não dizes
Viver-te até amanhecer
Beber toda a beleza que em ti existe
Amar
É mais que momentos
Pensamentos ou caminhos errantes...
É viver na loucura plena da ternura
Amar-te é simples e belo
Renascer no deserto
Ser oásis em ti
Amar-te é ser EU
Na plenitude dos meus sentidos
(Cris Anvago)