sábado, 5 de abril de 2014

Sempre cresço em cada desilusão
Aprendo com todas as quedas
Levanto-me e fico mais forte
Hoje estou mais confiante
Amo e gosto mais de mim
Vivo todos os momentos
Porque não voltam
Tenho consciência do que sou
Sei...
Que a linha do horizonte...
É apenas conseguimos ver
Que existe muito mais
A magia está para lá dessa linha
Eu...
Estou para lá da linha do horizonte
Sou um mundo de mistérios
Reinvento-me a cada minuto
Suavizo os meus gestos
Intensifico o meu amar
Muitos pensam que sou louca
Mas a minha loucura é muito racional
Quando amo não tenho limites
Eu não me limito na paixão
Sou sol num dia de tempestade!
(Cris Anvago)