sábado, 5 de abril de 2014

Aninha-se no teu corpo
A palavra muda
Transformada em gesto de ternura
Arrepio na tua pele nua
O sentir é fogo o prazer é lua…
(Cris Anvago)