domingo, 11 de maio de 2014

No teu olhar
Um mundo por desvendar
Prazeres que já foram pintados
No quadro das tuas emoções
Olhar profundo
Que arrepia a pele
No teu olhar
Cascatas de prazer
Revelam-se…sem saberes…
(Cris Anvago)