domingo, 11 de maio de 2014

INSEGURANÇA

Quando não me sinto segura
Fixo o teu sorriso
Bebo as tuas palavras
Leio o teu coração
Vejo a luz nos teus olhos
Seguro a minha insegurança em ti
Deixo que as tuas palavras me afaguem
Que os teus gestos me protejam...
Que o teu abraço me segure
Sinto-me perto de ti
Consigo voar nas tuas asas
Que sonham para além do infinito
Mergulho nas tuas cores
Beijo-te…
Amo-te…
E…a minha insegurança morre…
Quando te amo sem tempo…
(Cris Anvago)