sábado, 13 de setembro de 2014

Por vezes uma palavra
Rasga a pele que sangra
Por vezes um toque
Estanca o sangue que escorria
Cicatriza a ferida
E…
Faz esquecer essa palavra que cortou…
O silêncio que afaga pode curar feridas…
(Cris Anvago)