quarta-feira, 24 de setembro de 2014

    Sou vento
    Que se espalha por todo o lado
    Arrasto comigo o que quero
    Quem eu quero
    Posso ser brisa...
    Quando beijo teu o corpo
    Posso trazer comigo uma nuvem
    Inundar a tua pele
    Sou vento
    Mas posso ser tudo o que quiseres!
    (Cris Anvago)