sábado, 13 de setembro de 2014

Não cales o sorriso
Que desponta nos teus lábios
Não emudeças os teus olhos
No momento de amar
O teu sorriso
O teu olhar
O teu gemido
Revela a paixão
A liberdade que do teu corpo se solta
Tudo o que oiço...
Vejo e sinto
Paixão, desejo
Fogo que te ofereço de mim…
(Cris Anvago)