domingo, 8 de junho de 2014

As palavras são mais rápidas que os meus dedos
No ponto mais profundo da tua pele
Quando dedilho poesias
Gemes uma canção de alegria
Sorris, ris, encantas-me com a tua sensualidade…
Rendo-me à tua sensibilidade…
Sou tua!
(Cris Anvago)