domingo, 22 de junho de 2014

FORÇA EM MIM

Sacudi as minhas lágrimas
Aquelas que não viste
Dei a volta à muralha do desespero
Saltei, arranhei-me mas continuo
Lutar é o meu destino
A cada dia que nasce a batalha recomeça
A tempestade não me vence
Sou mais forte que o vento...
Resisto e insisto sempre
Não tenho tempo
Para coisas banais e insignificantes
Sou de grandes batalhas
Onde mostro e uso as minhas garras
Sou forte na fraqueza que sinto
Sigo em frente e não desisto
Sou mais forte que tudo o que existe!
(Cris Anvago)