domingo, 29 de junho de 2014

Dancei nas tuas carícias
Escorreguei nas tuas delícias
Mel em mim
Beijos intensos e prolongados
Corpos que suam
Que não querem ficar parados
No sabor da onda que vai e leva o gemido
De amor fresco que se solta de ti
Abraça esta praia que é tua
Habito a ilha que tu és...
Canto em voz baixa os teus encantos
Magia de ti que se entranha na minha pele
Deixa-me navegar-te, ler-te, balançar-te
Nas palavras invisíveis que se soltam dos meus dedos
Nas tuas mãos que acolhem os meus segredos
Abraça-me e serei o teu sol
Serás a minha lua…
(Cris Anvago)