domingo, 8 de junho de 2014

VIVE NO MEU AMOR

Bebe-me como se estivesses no deserto
Fica no meu corpo e esquece o amanhã
Prova os meus beijos que sabes de cor
Dança nos meus dedos que te afagam
Arrepia-te na língua que balança
No céu de ti quero ficar
Despida de pudores
Na minha pele só a fragância da tua...
Demora no abraço
Vive no meu corpo
(Cris Anvago)