domingo, 15 de junho de 2014

Não preciso de palavras para amar
Os silêncios dizem-te tudo
Sente-me profundamente
Fecha os olhos e vê a paixão
O toque que te eleva
És pássaro livre entre as nuvens
Saltas do sol para a lua
Sorris…
E chamas-me tua
Não preciso palavras...
Só o teu corpo que treme
A noite geme em ti
Porque é dia amor
Silêncio…
Flor
Velas que iluminam o amor
Pétalas de rosa no chão
Pétalas no corpo
Odor teu na pele que é minha
Silêncio…gemido…explosão!
(Cris Anvago)