domingo, 15 de junho de 2014

Na geometria dos meus pensamentos
 Onde a ternura se enlaça
 Os movimentos abraçam-se
 Nos corpos que se querem unidos
 Corações que são anéis entrelaçados
 Mãos que são conchas
 Onde se revelam mistérios sonhados
 Fantasias coloridas
 Da vida que se faz de amor
 Geometria de mim
 Colorida
 Sou tela onde as cores me enfeitam…
(Cris Anvago)

 Pintura: Míriam Merci

Foto: Geométrico.