domingo, 15 de junho de 2014

Serei o pouco que vês e o muito que sentes
Ou o muito que não vês…e o muito que eu sinto?
(Cris Anvago)