domingo, 8 de junho de 2014

Escutei o teu corpo
Dei-lhe tudo o que ele queria
Se a tua pele ainda me sente
O teu amor ainda está vivo
O meu toque está em ti
O teu suspiro dentro de mim
O grito de prazer calado
Está nas minhas mãos
Como uma gaivota
Solto-o no vento
O universo de amor é nosso!
(Cris Anvago)