domingo, 8 de junho de 2014

Eu seria inteligente
Se escolhesse só os caminhos fáceis de andar
Onde o sol não se esconde
A lua sempre é cheia
As estrelas penduram-se nas nuvens
Os sorrisos são girassóis enormes
Eu seria inteligente
Se não escolhesse os caminhos sem luz
Onde tropeço e desapareço no escuro
Mas não sou inteligente…
Distraída…por vezes…sou muito!... Quando quero!
(Cris Anvago)